Lisboa acolhe congresso internacional “Angola: os legados do passado, os desafios do presente”

kalola Store

Quinze anos volvidos sobre o fim da guerra civil, Angola permanece um campo de estudos desafiante para a história e as ciências sociais, conforme se pode verificar pela recente publicação de várias monografias sobre a trajectória histórica desde o período pré-colonial ao boom económico pós 2002.

Ainda assim, são muitas as interrogações. Por exemplo, a eleição presidencial de agosto de 2017 poderá ter representado um novo ciclo político ? Ou, independentemente desta eleição, permanecerá a actual configuração política e social? No mesmo sentido, haverá uma continuidade no modelo económico ? No processo de construção do país independente, de que modo pesaram os lastros do passado? Em que medida os avanços e constrangimentos poderão ser imputados ao colonialismo ou em que medida derivam das contingências e das políticas desenhadas após a independência? Ou ainda , como é que o ambiente externo e a inserção de Angola na economia mundial têm condicionado ou poderão contribuir para o desenvolvimento económico ?

Para a organização do evento, este será ” um momento oportuno para se promover uma reflexão quer da perspectiva histórica, quer das ciências sociais, acerca de Angola”. O objectivo da conferência é abrigar debates sobre novos objectos e perspectivas sobre a história política, económica e cultural de Angola, revisitando questões consagradas pela historiografia, e abordar temas é problemáticas relevantes para a Angola do presente.

Esta conferência multidisciplinar tem início nesta terça-feira, 14 de novembro pelas 9:00 horas e encerra na quarta-feira, 15 de novembro pelas 19:00 horas. As sessões de trabalho terão lugar no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Fazem parte do debate temas como : ” Angola e a expansão do café no Atlântico Sul na primeira metade do século XIX”, ” Apitos e Tambores. Danças gentílicas no carnaval luandense”, ” A imprensa em Angola colonial: do jornalismo de confronto à legitimação autoritária “, ” A difícil ocupação portuguesa do Sul de Angola (1904-1915): resistência, desafios e resultados “, ” Futebol e cooptação nos musseques luandenses”, ” A produção do espaço em Luanda: Legados do passado e desafios do presente” , ” Jonas Savimbi no imaginário angolano e além “, ” Luaty Beirão and Angolan protest culture”, ” O diálogo impossível do nacionalismo angolano “, são alguns dos temas desta conferência que contará com a presença de oradores de Portugal, Angola , Brasil e Japão.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.