Luanda: Epidemia de dengue provoca três mortos em 22 dias

O hospital pediátrico David Bernardino, em Luanda, registou nos últimos 22 dias 29 casos de dengue, que provocaram três óbitos, informou fonte daquela unidade sanitária. Os dados são referentes ao período entre 21 de Setembro e 12 de Outubro, segundo a médica pediátrica Joaquina Magalhães, a maioria provenientes do distrito da Maianga, dos municípios de Viana, Cacuaco e Cazenga.

Durante o período em referência, o hospital observou 31 crianças, das quais 29 foram confirmadas com dengue e 14 delas com manifestações hemorrágicas .

“Das 14 três culminaram em óbito e as outras têm tido uma evolução satisfatória. Actualmente, temos internados três casos de dengue no hospital”, explicou a médica.

No início deste mês, o Ministério da Saúde anunciou o curso da epidemia, com duas mortes de um universo de oito novos casos registados no Hospital Pediátrico de Luanda, em pacientes dos três aos 13 anos.

Na nota que a agência Lusa teve acesso, o Governo angolano disse que o país está a realizar um Plano de Contingência para o Controlo do Vírus da Dengue, no âmbito do combate multissectorial das epidemias.

Todos os actores envolvidos “deverão promover, em todas as províncias do país, a integração das actividades de controlo do surto nas unidades sanitárias, incluindo as privadas, agentes comunitários e autoridades tradicionais”, refere o documento.

A implementação de medidas de Saúde Pública de emergência, para reduzir a morbilidade e mortalidade e a transmissão do vírus da dengue na população, minimizando, ao máximo, o impacto socioeconómico da epidemia em Angola, constam igualmente das acções.

A mesma nota acrescentava estar a ser intensificada a detecção precoce dos casos nas unidades de saúde públicas e privadas, bem como a transferência e seguimento de eventuais casos e famílias afectadas.

Fonte : Lusa.

No tags for this post.

Deixe o seu comentário