Lunda-Norte: Fundação Sindika Dokolo entrega donativos a refugiados da RDC

A Fundação Sindika Dokolo procedeu a entrega de 200 toneladas bens alimentares (arroz, óleo e farinha) aos refugiados da República Democrática do Congo que se encontram em centros de acolhimento na província da Lunda – Norte, em Angola.

Segundo, uma fonte próxima a Vivências Press News, vários camiões transportando contentores com produtos alimentares e de higiene, foram vistos recentemente num destes centros de acolhimento de refugiados.

Mais de 9.200 refugiados da República Democrática do Congo estão a procurar segurança no leste de Angola, em fuga aos conflitos internos nas regiões de Cassai, naquele país vizinho. Deste total, acrescentam que cerca de 3.200 já se encontram no Centro de Acolhimento de Mussungue , mas o número dos refugiados congolenses que chegam ( e perto de 1.400 são crianças) , continua a aumentar a cada momento.

A província da Lunda- Norte partilha 770 quilómetros de fronteira com a RDC, dos quais 550 terrestres e os restantes com limites fluviais. A RDC está em crise generalizada depois de o Presidente Joseph Kabila, cujo mandato terminou a 20 de dezembro de 2016, se ter negado a deixar o poder.

A Fundação Sindika Dokolo tem como mentor e patrono , o empresário e colecionador de arte, Sindika Dokolo. Nascido no antigo Zaire, actual República Democrática do Congo, aos 16 de Março de 1972, filho de Augustin Dokolo Sanu( cidadão congolês falecido em 2001) e de Hanne Taabbel Kruse ( cidadã dinamarquesa), Sindika Dokolo detém uma das mais importantes colecções de arte contemporânea africana , actualmente com cerca de três mil obras de arte.

É casado desde 2002 com a empresária angolana, Isabel dos Santos.