Maior banco angolano com buraco de 4,3 mil milhões

BPC é detido pelo Estado angolano, através do Ministério das Finanças (75%), do Instituto Nacional de Segurança Social (15%) e da Caixa de Segurança Social das Forças Armadas Angolanas (10%).

Deixe o seu comentário