Mais de 500 estrangeiros expulsos de Angola na última semana

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) de Angola expulsou, na última semana, 583 cidadãos estrangeiros por “decisão judicial e administrativa”, e deteve cidadãos por “permanência e auxílio à imigração ilegal”.

A informação foi avançada pelo oficial de comunicação do SME, Orlando Muhongo, adiantando que, no período em causa, foram também notificados e “convidados a abandonar” o país oito cidadãos estrangeiros por permanência ilegal.

Fazendo o balanço das atividades desenvolvidas pelo SME no decurso da última semana, o oficial de informação disse que foi recusada a entrada no país e “consequentemente reembarcados” 796 cidadãos de diversas nacionalidades – 794 por falta de documentos de viagem, um por visto de trabalho falso e um por falta de meios de subsistência.

Orlando Muhongo salientou igualmente que foram impedidos de sair de Angola oito cidadãos nacionais, cinco por falta de meios de subsistência, um por falta de autorização de saída por parte dos pais, um por falta de despacho do ministro de tutela e outro por mau estado de conservação do passaporte.

Em relação ao movimento migratório, o SME registou a entrada de 25058 passageiros de diversas nacionalidades, dos quais 12212 nacionais e os restantes estrangeiros, e a saída de 25612 passageiros, incluindo 12994 nacionais.

Nesse período, o SME aplicou ainda 86 multas a cidadãos de diversas nacionalidades e a nove empresas.

Deixe o seu comentário