Mais três casos de transmissão local covid-19 no País

Gearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion

Angola tem mais três cidadãos da Guiné Conacri com a Covid-19, moradores do bairro Hoji Ya Henda, e vizinhos do caso 31, que já infectou outras quatro pessoas.

Os três novos infectados são duas mulheres de 22 e 24 anos, e um homem 36 anos, que foram testados no centro de quarentena institucional, onde estavam há alguns dias, por terem tido contacto directo com o paciente 31, também da Guiné Conacri.

Outros contactos directos e ocasionais do caso 31 foram testados, mas as amostras estão ainda em processamento.

O secretário de Estado para Saúde Pública, Franco Mufinda, no ponto informativo sobre evolução da COVID-19 nas últimas 24 horas, disse que a cerca sanitária no bairro Hoji Ya Henda vai continuar até terminar a identificação dos casos suspeitos e o respectivos testes.

Depois de três dias consecutivos sem novos casos, Angola tem agora 48 casos positivos, dos quais 32 activos, 14 recuperados e dois óbitos. Entre os casos activos, 21 são de transmissão local.

O número de amostras processadas subiu para 6.136, dos quais 48 positivas, 5.607 negativas, e aguarda-se o processamento de 481.

Um total de 615 passageiros provenientes de Lisboa e do Porto, Portugal, receberam esta quinta-feira, 14, os resultados dos testes na Escola Nacional de Saúde Pública. Esta sexta-feira, 15, devem ser entregues mais 300 resultados, que, para a satisfação dos passageiros, são todos negativos.

Nos centros de quarentena institucional estão controlados 688 cidadãos e 69 tiveram alta nas últimas 24 horas, sendo 28 em Luanda, 24 no Cunene, 13 no Bié, três em Cabinda um na Lunda Norte. Os casos suspeitos seguidos são 433 e os contactos directos e ocasionais dos casos positivos 1.111.

O Centro Integrado de Segurança Pública registou ainda 90 chamadas, das quais dois alertas de casos suspeitos, duas denúncias de violação de quarentena domiciliar e 86 chamadas de pedido de informação.

Ao nível do País, Franco Mufinda informou que está a ser feita distribuição de material de biossegurança, vigilância epidemiológica, activa e passiva, nas comunidades e desinfecção de locais públicos.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.