Malanje: Associação filantrópica Zungueiros Solidários de Angola realiza acções de solidariedade

Um grupo de vinte profissionais de comunicação social pertencentes a associação filantrópica Zungueiros Solidários de Angola, esteve de 28 a 30 de abril na província de Malanje a realizar várias acções de solidariedade.

As missões católicas de Cacuso , Calandula e o lar de idosos de Malanje foram as instituições que beneficiaram de donativos compostos por produtos alimentares e de higiene, vestuário, material didáctico e etc…

Na Missão Católica de Cacuso, os Zungueiros Solidários foram recebidos pelo responsável da instituição, Padre Bumba e a Irmã Celeste. Foram infirmados das principais dificuldades e necessidades da referida missão. Já na Missão Católica de Calandula , o grupo foi recebido pelo padre Manuel Viana, que enalteceu o gesto dos Zungueiros Solidários e apelou à sociedade a seguir o seu exemplo. A Missão Católica de Calandula conta com um orfanato que alberga 40 crianças com idades compreendidas entre os 06 e 18 anos de idade, que estudam nos diferentes níveis de ensino.

” Esta é a décima terceira edição daquilo a que chamamos as Zungas de Solidariedade. É resultado de um compromisso que assumimos com a sociedade e uma nobre missão que temos vindo a cumprir de forma altruísta, séria , dinâmica e profissional. Desde 2012 que apadrinhamos estas duas instituições e, temos um perfeito conhecimento das suas dificuldades e necessidades. O nosso compromisso com elas é sério e estável”., afirmou Yuri Costa “Reverendo”.

A Associação Filantrópica Zungueiros Solidários de Angola existe desde Setembro de 2009 e é composta por um grupo de 30 profissionais da comunicação social, que periodicamente organizam várias acções de solidariedade pelo país . Apoiam regularmente em regime de ” apadrinhamento ” , quatro instituições em Angola : Missão Católica de Cacuso ( Malanje), Missão Católica de Calandula ( Malanje) Centro Maria Mazzarelo ( Calulo) e o internato masculino Nossa Senhora das Dores ( Quibala).

 

#vivenciaspress #vivenciaspressnews #vpnews

Deixe o seu comentário