Maria de Jesus Ferreira é a nova embaixadora de Angola junto da ONU

kalola Store

A embaixadora angolana apresentou cartas credenciais na segunda-feira ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, durante um encontro na sede da organização em Nova Iorque.

Maria de Jesus Ferreira sucede a Ismael Martins, que representou o país durante 17 anos junto daquela organização.

Segundo uma nota da missão diplomática de Angola, citada pelo serviço de notícias ONU News, Maria de Jesus Ferreira ” reafirmou o compromisso de Angola com os princípios da Carta das Nações Unidas, que considera o multilateralismo e o diálogo como a principal via para alcançar a paz e segurança internacional, assim como reforçar a cooperação internacional”.

Ainda no encontro com António Guterres, a embaixadora angolana confirmou ao secretário-geral o apoio de Angola ao processo de reformas das Nações Unidas, bem como assumiu o compromisso de “trabalhar e transmitir a respectiva experiência para que a ONU alcance os objectivos preconizados na Carta”, indicou o comunicado da missão angolana.

A representação de Luanda referiu ainda que Guterres agradeceu o apoio de Angola às suas reformas e “enalteceu o papel de liderança que Angola tem desempenhado na árdua tarefa de pacificar o continente africano, com destaque para região dos Grandes Lagos “.

A nota informativa disse igualmente que o secretário-geral das Nações Unidas “saudou as reformas que o governo angolano tem vindo a efectuar, sob a liderança do Presidente João Lourenço, em prol do desenvolvimento socioeconómico” de Angola.

Maria de Jesus Ferreira foi nomeada no passado dia 07 de fevereiro pelo Presidente João Lourenço.

Licenciada em Direito e mestre em Direito Internacional, Maria de Jesus Ferreira é a primeira mulher a exercer o cargo de embaixadora extraordinária e plenipotenciária e representante permanente de Angola junto da Organização das Nações Unidas, de acordo com o perfil disponibilizado pela ONU.

A representante era, desde 2011, embaixadora na Áustria, Eslovénia, Croácia e Eslováquia, com residência em Viena. A par disso, foi representante permanente jungida ONU em Viena.

A embaixadora é brigadeiro das Forças Armadas Angolanas na reserva, tendo sido transferida do Ministério da Defesa para o Ministério das Relações Exteriores em 1980, onde exerceu vários cargos de direcção dentro e fora do país .

A nota biográfica divulgada refere ainda que Maria de Jesus Ferreira participou na luta pela independência de Angola, declarada em Novembro de 1975.

Fonte: Lusa.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.