Matias Damásio diz que foi vítima de abuso sexual aos 12 anos

Era o seu “segredo” mais bem guardado e Matias Damásio revela-o agora, em entrevista ao programa da SIC “Alta Definição”, que vai para o ar amanhã, pelas 14 horas.

“Aos 12 anos fui abusado sexualmente por uma mulher adulta. A primeira vez, eu aceitei por comida, as outras vezes aceitei por chantagem”, conta a Daniel Oliveira.

Na mesma conversa, e de acordo com o “teaser” que o canal de Carnaxide emite desde ontem, o músico angolano, de 36 anos, recorda a realidade onde nasceu e cresceu.

“Se não fosse Deus, não sei se estaria aqui nesta entrevista, depois de tantas e tantas coisas que passei pela vida”.

Uma conversa durante a qual o intérprete de temas de sucesso como “Loucos”, ” Eu Sou a Outra”, “Porquê” e “Kwanza Burro” volta a falar sobre um dos filhos.

“Chamou-me pai pela primeira vez quando fez oito anos. Foi um dia muito especial. Foi uma coisa que marcou muito a minha vida”, explica.

O filho, também ele Matias, tem 11 anos e foi-lhe diagnosticado autismo, depois de, numa primeira fase, os médicos em Angola terem considerado que o problema seria surdez. O músico rumou na altura ao Brasil para lhe proporcionar “um transplante” e acabou por descobrir a verdadeira doença da criança.

Frisa que, com os tratamentos pelos quais passou entretanto em Portugal (onde reside), é actualmente uma “pessoa muito mais sociável. Já abraça”.

Além de Matias, o intérprete e compositor é ainda pai de Eli, de 13 anos, e Gabriel, de seis anos, frutos da sua relação com Márcia Carolina.

No início de Novembro, Matias Damásio tem já confirmados três espectáculos em Luanda inseridos na quinta temporada do Show do Mês da produtora Nova Energia. No dia 24 de Novembro, Matias Damásio sobe ao palco da Altice Arena, em Lisboa, para um concerto único e cujo os ingressos estão praticamente esgotados.

Matias Damásio faz parte de um grupo de 32 personalidades angolanas e estrangeiras que foram entrevistadas para o audiolivro “Um Ano de Vivências “, do jornalista angolano Armindo Laureano, lançado em Dezembro de 2013, em Luanda e Lisboa. Nele o artista revela vários episódios da sua infância no bairro da Lixeira em Benguela e da sua trajectória profissional.

Fonte: JN/Vpnews

Deixe o seu comentário