Ministério do Turismo forma Guias para observação de aves no Namibe

kalola Store

No âmbito do projecto “Apostar no Aviturismo’’, o Ministério do Turismo levou a cabo o quarto grupo de formação em Guias Turísticos. A acção formativa arrancou dia 20 de fevereiro, na comunidade da Dibala, província do Namibe e terá a duração de 30 dias.

Foi escolhida a localidade da Dibala, por se tratar de um ponto turístico, não apenas no que toca a observação de aves, mas também ao que se refere à majestosa paisagem que atrai e envolve os visitantes na sua forte exuberância.

A formação é uma acção conjunta entre o Ministério do Turísmo e a empresa PROMISED LAND VENTURES (PLV), com grande experiência no Turismo Ecológico.

A expectativa do MINTUR é a de que, no final da acção formativa, espera- se que os formandos estejam habilitados e munidos de competências técnicas quanto a hospitalidade, recepção, interação e orientação de turistas, assim como abordar questões Ecológicas e de Conservação do Ecossistema.

Trata-se de um projecto composto por diversas etapas, e a Formação de guias locais ao longo da rota turística, definidas pelo Ministério, constitui uma das etapas chaves para o sucesso do projecto, preparando os guias paraque sejam capazes de orientar os turistas interessados, sejam estes nacionais ou estrangeiros.

Até ao momento o projecto “Apostar no Aviturismo” já formou 28 jovens. A primeira acção formativa resultou em 6 guias na província de Malanje – Localidade de Kinjila, 9 guias na província do Bengo – Localidade de Santa Ambuleia, e 13 na província da Huíla – Localidade da Tundavala.

O Ministério do Turismo, em alinhamento com as orientações da UNWTO (Organização Mundial do Turismo – Agência das Nações Unidas), tem como lema para o ano 2020-2021 a aposta no Turismo Rural, envolvendo este e outros projectos nos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.