Ministério estabelece prioridade para 2020

O Ministério das Pescas e do Mar pretende, em 2020, recuperar os entrepostos frigoríficos degradados, a Empresa Nacional de Pesca Industrial (Peskwanza) e a conclusão das lotas em construção no país, afirmou hoje a titular do sector, Maria Antonieta Baptista.

A governante afirmou igualmente que a correcção da tendência de haver mais pesca no Sul do país em relação ao Norte, entre outras acções, consta das prioridades previstas para o próximo ano.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Ao fazer balanço do sector, deu nota positiva às actividades desenvolvidas em 2019, principalmente em termos organizativos, medida que, na sua opinião, vai facilitar no desenvolvimento do sector.

Em relação à previsão de captura em 2020, afirmou que se prevê atingir as 312 mil toneladas na pesca marítima e 200 mil na pesca continental.

Até Novembro último, os dados preliminares indicavam uma cifra acima dos 90 por cento nos níveis de captura de pescado.

Maria Antonieta Baptista disse que se pretende apostar mais no fomento da aquicultura, através do sector privado com o apoio metodológico do Ministério das Pescas e do Mar.

A ministra, que falava à margem da entrega da cesta básica e produtos diversos à população do bairro Tangue Seco, distrito de Belas, em Luanda, afirmou que de forma regular o sector passará a prestar ajuda a esta comunidade carente.

Deixe o seu comentário