Ministra quer estratégia contra a degradação do meio ambiente

Gearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion

A ministra da Cultura, Turismo e Ambiente, Adjany Costa, reafirmou, nesta quarta-feira, em Luanda, a necessidade de as nações desenvolverem e implementarem políticas e estratégias para mitigar o impacto da degradação ambiental.

Numa mensagem sobre o Dia Mundial da Terra, a ministra afirma que se deve também promover uma cultura de sustentabilidade para uma melhor qualidade de vida.

“Os governos e a sociedade civil devem mobilizar-se para uma mudança de paradigma e a instauração de uma cultura de sustentabilidade mundial e a preservação do planeta, com respeito as futuras gerações”, reforçou a governante.

A ministra apela a uma reflexão sobre o  modo de vida e a mudança comportamental, pensar-se numa melhor gestão de resíduos, com a partilha de informações, mensagens e debates nas redes sociais.

Segundo Adjany Costa, a forte pressão da humanidade sobre os recursos naturais, aliada à factores como o crescimento populacional, a expansão urbana, o incremento dos padrões de consumo, o desenvolvimento económico e industrial tem contribuído para o exacerbar de problemas ambientais.

As consequências destes problemas estão reflectidas, entre outros, na destruição dos habitats e ecossistemas naturais, extinção de espécies animais e vegetais, poluição do ar, água e solos, deficiente saneamento básico, injustiça social.

A governante adianta que o surgimento de graves problemas de saúde pública, marcados actualmente pela pandemia da covid-19, causada pelo novo coronavírus, entre outras endemias e pandemias, põem em risco a sobrevivência da espécie humana, tendo já ceifado a vida de mais de 170 mil pessoas e afectado negativamente lares de milhões de pessoas.

Para além da questão sanitária, frisa, a covid-19 traz consequências já notáveis a nível do planeta, onde o mais visível é o abrandamento da economia mundial e afectação das populações mais vulneráveis.

Para a governante, este abrandamento da economia, assim como o isolamento social e de outras medidas de contenção demonstram uma redução significativa da poluição mundial causada pela emissão de gases de efeito estufa e de outros poluentes, bem como na produção de resíduos.

Fonte: Angop

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.