Ministro da Defesa vai visitar Angola

kalola Store

Relações Portugal-Angola continuam tensas mas já há sinais de melhoria. Luanda não travou deslocação de Azeredo Lopes, neste mês

O ministro da Defesa prepara uma visita a Angola dentro de duas semanas
e, ao que o PÚBLICO confi rmou, o Governo está confiante que esta deslocação
se concretize mesmo. As relações diplomáticas entre Angola e Portugal estão tensas na sequência do processo Operação Fizz em que o ex-vice-presidente de
Angola Manuel Vicente foi constituído arguido. Luanda entende que o processo deveria ser transferido para aquele país e tem feito retaliações ao nível político, como a não indicação de um embaixador em Lisboa.

Contactado pelo PÚBLICO, o Ministério da Defesa recusa fazer qualquer comentário. Mas no Governo esta deslocação é vista como “um sinal de boa vontade” por parte de Angola, uma vez que será a primeira vez que um ministro português visita aquele país desde que o regime de João Lourenço “congelou” as relações diplomáticas com Lisboa.

Recorde-se que em Fevereiro de 2017, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, teve que cancelar à última hora uma visita a Luanda (“Não havia condições”, argumentou na altura o lado angolano). A deslocação
do primeiro-ministro a Luanda está sem data marcada e João Lourenço
apenas convidou o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, para
a sua tomada de posse, depois de António Costa ter dito publicamente
que esperava um convite. Nessa ocasião, porém, Marcelo ouviu o Presidente
angolano fazer elogios a outros países europeus, esquecendo-se propositadamente de Portugal. A visita de Azeredo Lopes insere-se no âmbito da cooperação técnicomilitar que Portugal tem com vários países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e que já o levou a S. Tomé ou Moçambique.
O programa ainda não está fechado podendo ter um encontro com o seu homólogo angolano.

Fonte: Público

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.