Moçambique e Angola recebem investimentos de quase 13 mil milhões até 2025

Moçambique e Angola são, atrás da Nigéria, os dois países da África subsariana que mais investimento em ativos fixos vão receber até 2025, num total de 12,8 mil milhões de dólares.

Moçambique e Angola são, atrás da Nigéria, os dois países da África subsariana que mais investimento em ativos fixos vão receber até 2025, num total de 12,8 mil milhões de dólares, segundo a consultora Global Data. De acordo com um relatório desta consultora, que é citado no site especializado ‘Marketscreener’, a Nigéria vai receber 17,3 mil milhoes de dólares, ao passo que Moçambique será o recetor de 7,7 mil milhões em investimentos e Angola receberá 5,1 mil milhões entre este ano até 2025.

publicidade

“Na África subsariana, a Nigéria lidera os investimentos em ‘Capex’ [investimento em ativos imóveis], com dez projetos de petróleo e gás a deverem começar a operar entre 2018 e 2025, seguido de Moçambique, com dois projetos”, lê-se no artigo que cita um relatório desta consultora analítica de dados.

Na Nigéria, a maior economia africana, há 13 projetos anunciados, a que se juntam mais 10 em Angola, segundo o relatório sobre os investimentos na área do petróleo e gás na África subsariana, que afirma haver um total de 64 projetos nesta área a começar as operações entre 2018 e 2025.

“A produção total de crude dos projetos anunciados e planeados na África subsariana deve chegar aos 2 milhões de barris diários em 2025 e a produção de gás deve atingir os 8,1 mil milhões de pés cúbicos por dia”, disse o analista Joseph Gatdula, citado no artigo. No total, o Estado e as empresas devem investir 40,7 mil milhões de dólares no desenvolvimento dos projetos planeados em despesas de investimento em ativos fixos, num total de 117,1 mil milhões de dólares.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário