Moçambique quer apreensão de navio chinês que zarpou com madeira ilegal

kalola Store

As autoridades moçambicanas emitiram um mandado de apreensão de um navio chinês que deixou ilegalmente o porto de Pemba, no Norte do país, suspeitando-se que transporte mais de 80 contentores de madeira nacional contrabandeada.

Segundo o procurador-chefe de Cabo Delgado, Octávio Zilo, está detido um cidadão chinês por suspeitas de envolvimento no caso, enquanto decorrem investigações. A madeira estava no porto de Pemba, depois de ter sido apreendida há cinco meses, por violação da legislação moçambicana. Suspeita-se que funcionários alfandegários, fiscais florestais e despachantes aduaneiros tenham facilitado a saída ilegal da embarcação.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.