Momento certo para avançar

Ouve-se muito isto certo? Que existe um momento certo para as coisas acontecerem… Tudo tem um motivo… Dá tempo ao tempo.

Também acredito que sim. Que as coisas acontecem quando têm que acontecer, que as oportunidades surgem e nessas alturas há que aproveitá-las, e que nada acontece por acaso.

Mas também acredito que muita gente confunde o momento certo para algo que não está no seu controlo acontecer, e o momento certo para algo que ela pode que fazer.

O momento certo para algo que não está no teu controle acontecer, virá no tempo que tem que vir. Se fizeste tudo o que estava ao teu alcance, é mesmo só uma questão de tempo. Aproveita para praticar a confiança e a paciência. Investe noutras coisas também.

Mas o segredo está aqui: qual o momento certo para algo que só depende de mim acontecer? Provavelmente esse momento certo é agora!

Não é nem sequer na segunda-feira… É agora!

Esperamos sinais de Deus, do universo, do destino… O sinal é este: Estás vivo e tiveste uma ideia, uma direção qualquer, um desejo ou um sonho nasceu dentro de ti! Se o próximo passo está nas tuas mãos, é porque é hora de dar esse passo.

Sim, sim… Já sei! Vais contar-me uma história de como é difícil fazer o que tens que fazer. Vou ajudar-te!

Se não acreditasses nessa história, o que farias agora? Pergunta-te com sinceridade: “A história que estou a contar, é mesmo verdade? É mesmo essa a razão pela qual eu ainda não agi? Ou mesmo com todas estas condições eu já podia ter feito alguma coisa?”

Será essa resposta suficiente para te meter em movimento? Ainda não? Então pensa assim (tira mesmo uns segundos agora e imagina de olhos fechado): “E se eu fizesse AGORA aquilo que tenho adiado fazer, o que aconteceria?”

Se realmente fizeste este exercício, se te entregaste a este pensamento, sem perguntar ou questionar se funciona ou não, já deves estar a sentir alguma coisa de diferente dentro de ti. Borboletas no estômago, uma ansiedade boa, um sorriso leve, expectativa, esperança, motivação… Pensa mais vezes nisso, o que aconteceria se fizesses o que podias já ter feito?

Sabes o que tenho observado cada vez mais? Que os pequenos detalhes fazem as grandes diferenças. E um desses detalhes é este:

Os comuns pensam: “E se eu falhar?”

Os extraordinários pensam: “E se eu conseguir?”

Então hoje eu pergunto-te, e se fizeres o que tens estado a adiar, e realmente conseguires?

Pensa nisso. Os pensamentos que alimentamos ganham vida. Já que não conseguimos não estar a pensar em nada, melhor pensar em algo espetacular.

Até para a semana, e não esperes por segunda-feira!

Deixe o seu comentário