Morreu Agustina Bessa-Luís

A escritora estava doente há mais de uma década, mas o seu estado de saúde agravara-se nos últimos tempos, tendo morrido esta segunda-feira de madrugada, aos 96 anos.

A missa de corpo presente, celebrada pelo bispo do Porto, D. Manuel Linda, terá lugar amanhã, terça-feira, às 10h, na Sé do Porto, onde o corpo ficará em câmara ardente até ser transportado para o jazigo da família no cemitério de Peso da Régua. 

publicidade

Agustina Bessa-Luís nasceu em Vila Meã, Amarante, a 15 de Outubro de 1922. A sua infância e a adolescência serão passadas nesta região, que marcará fortemente a obra da escritora. Estreou-se como romancista em 1948, com a novela Mundo Fechado​, mas é em 1954, com o romance A Sibila, que se impõe como uma das vozes mais importantes da ficção portuguesa contemporânea. 

Agustina Bessa-Luís foi distinguida em 2004 com o Prémio Vergílio Ferreira, atribuído pela Universidade de Évora, pela sua carreira como ficcionista, e com o Prémio Camões, o mais alto galardão das letras em português.

Fonte: Público

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Deixe o seu comentário