Notícias

Morreu François Houtart, o teólogo e sociólogo da libertação dos povos 

O teólogo e o sociólogo da libertação dos povos, François Houtart, conhecido como o “Papa da antiglobalização”, morreu na manhã desta terça-feira, 6 de Junho, em Quito, Equador.

François Houtart nasceu em Bruxelas em 1925 e tornou-se padre em 1949.

Doutor em Sociologia pela Universidade Católica de Lovaina, tornou-se uma das principais vozes da renovação da Igreja. Foi o responsável por sistematizar e apresentar a proposta da América Latina no Concílio Vaticano II, por nomeação do ex-presidente do Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), Dom Hélder Câmara.

A voz de Houtart esteve marcada pelas lutas dos povos desde a década de 1950, tendo sido um amigo solidário de Agostinho Neto e do MPLA.

Escritor incansável, publicou cerca de 70 livros, entres eles, “Mercado e Religião e Sociologia da Religião”, além de diversos artigos e conferências.

De acordo com o site La Línea del Fuego, François Houtart acompanhou o processo dos governos progressistas na América Latina, entre o apoio vigilante e a crítica. Nos últimos anos, esteve preocupado com questões relativas à crise e à decadência do capitalismo na América Latina e com a necessidade de buscar novas alternativas.

Na foto de Abril de 1974, da esquerda para a direita, Padre François Houtart, Padre Joaquim Pinto de Andrade, Dr. Agostinho Neto e Dra. Paulette Pierson-Mathy, em Bruxelas.

Fonte: Fundação Dr. António Agostinho Neto.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
%d bloggers like this: