Morreu o actor Rutger Hauer

Embora a notícia da sua morte apenas tenha sido divulgada esta quarta-feira, segundo a revista “Variety”, que cita o seu agente, Rutger Hauer faleceu a 19 de Junho, em sua casa, na Holanda, e o funeral aconteceu hoje.

Não foram revelados detalhes sobre a causa de morte, para além de uma “doença rápida”.

publicidade

Rutger Hauer teve uma longa carreira no cinema, embora a sua performance mais marcante tenha sido o violento e poético Roy Batty, líder de uma gangue de androides no filme de ficção científica protagonizado por Harrison Ford, “Blade Runner”. A fita foi um flop em 1982, quando foi lançada, mas os anos deram-lhe um estatuto de culto incontornável da história do cinema.

Rutger Hauer nasceu a 23 de Janeiro de 1944, em Breukelen, perto de Amsterdão. Estudou para ser actor, mas acabou por desistir para se juntar à marinha holandesa. Mais tarde, voltou a tentar começar a carreira na representação e, em 1969, conseguiu o seu primeiro papel relevante, na série de televisão “Floris”, do realizador Paul Verhoven, também ele holandês.

Foi o início de uma série de filmes com Verhoven autor de “Instinto Fatal”, “Robocop” e “Elle”, que acabaram por captar as atenções de Hollywood e de Ridley Scott, que apostou nele para “Blade Runner”.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Terror, ficção científica, acção, foram vários os géneros cinematográficos em que Rutger Hauer se moveu no cinema, tendo entrado, por exemplo, em “Drácula 3D”, “Buffy, caçadora de vampiros”, ou “Valerian e a cidade dos mil planetas”.

Entre as suas últimas aparições no cinema está a participação em “Os Irmãos Sisters”, de Jacques Audiard.

Fonte: JN

Deixe o seu comentário