Morreu o empresário Américo Amorim

Américo Amorim, conhecido como “rei da cortiça”, faleceu esta quinta-feira, a poucos dias de completar 83 anos, na sequência de problemas de saúde que o afectavam há algum tempo, adianta o JN.

O CEO da Corticeira Amorim era o homem mais rico de Portugal, com uma fortuna de 4,09 mil milhões de euros em 2017,segundo a lista das pessoas mais ricas do mundo da revista Forbes.

Américo Amorim ocupava, em 2016, a posição 369 da lista Forbes, descendo 16 lugares na lista publicada em 2017, ainda que a sua fortuna tenha crescido de 3,6 para 4,4 mil milhões de dólares (4,09 mil milhões de euros)

O velório vai decorrer esta sexta-feira, entre as 17 e as 21 horas, na capela da Quinta de Santo António de Grijó. A missa vai realizar-se sábado de manhã, no Mosteiro de Santo António de Grijó, revela o jornal “Expresso ”

Américo Ferreira de Amorim nasceu em Mozelos, Santa Maria da Feira, em 21 de Julho de 1934. A Corticeira Amorim é hoje a maior empresa mundial de produtos de cortiça.

A família Amorim prometeu para a tarde de hoje um comunicado.

Deixe o seu comentário