Mota-Engil vendeu angolana Vista Water à mulher mais rica de Israel

kalola Store

Depois de ter vendido, há mais de dois anos, por 60 milhões de euros, os seus 50,06% no grupo Indaqua, a Mota-Engil acaba de alienar a esta mesma empresa os 55% que detinha no capital da angolana Vista Water.

O negócio reforça a estratégia num país que detém a segunda taxa mais baixa de cobertura do mundo e onde a empresa pretende ter um papel ativo e decisivo na inversão desta tendência.

O grupo Indaqua – Indústria e Gestão de Água passou a deter a totalidade da angolana Vista Water depois de ter comprado 55% do capital à construtora portuguesa Mota-Engil.  

Em comunicado a Indaqua afirmou que esta compra reforça a estratégia em Angola, “um país que detém a segunda taxa mais baixa de cobertura do mundo e onde a empresa pretende ter um papel activo e decisivo na inversão desta tendência”.

A Indaqua, uma das líderes do sector de abastecimento de águas ao domicílio em Portugal, é controlada pela Miya, empresa fundada pela empresária israelo-americana Shari Arison, integrando o grupo de investimentos Arison.

Shari Arison, que nasceu em Nova Iorque e mora em Telavive, é considerada a mulher mais rica de Israel, com uma fortuna calculada pela Forbes em cinco mil milhões de euros.

“É o conhecimento especializado e a profunda experiência que temos no sector da água em Portugal e Angola que, claramente, está a sustentar a nossa expansão internacional e esta aquisição só é possível graças a esses recursos”, afirma Enriques Castiblanques , CEO da Indaqua.

“Queremos muito participar e contribuir de forma efectiva para o desenvolvimento de Angola, melhorando os níveis de acessibilidade à água potável, num país que apresenta actualmente a segunda taxa mais baixa de cobertura do mundo. Esta aposta reflecte exactamente o nosso compromisso com Angola”, enfatiza o mesmo gestor.

A Vista Water dedica-se sobretudo a dois grandes projetos: a Direção Nacional de Água em Sumbe (valor que ronda os 3,5 milhões de dólares) e o abastecimento na província do Bié a mais de 350 mil habitantes (valor que se aproxima dos 6 milhões de dólares). 

Fonte: JN


Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.