Nelo de Carvalho e as suas “Raizes” musicais 

Depois dos discos “Encontros” de 2013, onde Nelo de Carvalho foi encontrando caminhos e , abrindo espaços para a promoção e divulgação da sua música em Angola. Uma Angola já em paz, harmonia e sã convivência entre os seus filhos. Uma Angola em que uma “mamã falou” com Nossa Senhora da Muxima, pediu e viu o seu filho curado. 

“Reencontros” de 2015, um reencontro com os afectos e cumplicidades. Um reencontro com saberes e sabores da terra. Um reencontro com as vivências e valores culturais da sua Angola. Um reencontro com as origens, o bom filho que a casa torna. Um reencontro com as suas raízes e suas gentes. Um retorno do “Nelo Raízes” as origens. 

A trilogia fecha-se hoje com o disco “Las Voces e Los Cantos”. Desta vez o artista cria pontes numa incursão arrojada pela fonética hispânica , os ritmos afro-latinos e ibéricos . Desta vez há o cuidado de resgatar algumas marcas do seu passado musical, optando por escolhas diferenciadas, quer em relação aos cantores de renome internacional como Pablo Milanes, Uxia Maria Berasarte e Jacob Desvarieux. A “alma latina” de Nelo de Carvalho é autêntica, tem potencial e é versátil . 

As técnicas de palco e entretenimento que vem desenvolvendo fazem dele um “One Man Show”. Como Nelo de Carvalho é possível navegar outros mares com a mesma satisfação e empenho com que navegamos os nossos . As canções de Angola, Cabo Verde, Brasil, Portugal, Cuba, República Dominicana, Guadalupe e Espanha, fundem-se numa viagem criativa e de grande valor. Uma viagem que é suave mas também frenética. 

Em 2016 no programa “Show da Zimbo” em que a Vânia e eu éramos os apresentadores, decidimos fazer uma merecida homenagem ao Nelo de Carvalho, pela sua rica carreira musical desde o “África Tentação”, Trio Son Latino e Raízes . Um percurso que nos orgulha e que coloca a sua música no patamar das nossas escolhas e preferências. Há pessoas que merecem o sucesso que têm e o Nelo de Carvalho é uma delas. Admiro a forma como se relaciona e comunica com as pessoas das várias gerações, sejam elas seus Kotas ou seus Kandengues. Percebe-se sempre que estamos perante uma figura pura, humilde e verdadeira. 

Num tempo em que vão escasseando aos verdadeiros exemplos ou referências, é ter o prazer do carinho e amizade do Nelo. Gosto da forma como se relaciona com os amigos e gosta ainda mais da relação que tem com a família. Ele ama e é amado pelos seus, é para os filhos a maior e principal referência viva. Tem com eles uma relação livre, leve e solta. Sem esquecer a esposa e companheira de muitas e longas batalhas, a Angila de Carvalho. 

Com este disco Nelo de Carvalho, reinventa-se e inova, revelando aqui também o carinho, o apreço que tem pelos seus admiradores com o lançamento que hoje é aqui feito. A humildade, disponibilidade, empenho e dedicação de Nelo de Carvalho, fazem com que ele mereça todo o nosso respeito e consideração. Há uma Angola que acontece fora de Angola. Uma Angola dinâmica e cultural. Uma Angola que hoje nos enche de orgulho e que tem um “culpado” : Nelo de Carvalho. 

Nelo de Carvalho, tem uma trajectória musical com “Raízes” sólidas.