“Nós Adoramos festas”

Amadurecer é ter cuidado com o que diz, respeitar o que ouve e meditar sobre o que pensa”

 

O corpo humano, que é um corpo vivo, muda com a idade.
Nesta mudança, os hábitos alimentares também devem ser alterados e adequados de acordo com a estrutura do biorritmo individual do SER VIVO.
Ter cuidados alimentares diferenciados, é ter a sabedoria certa na preservação da saúde do corpo, e ser capaz de escutar as suas necessidades de renovação celular.

Mas há momentos em que o corpo e a mente estão em total desalinho, porque a “maturidade”, origina desacertos hormonais. Quando o corpo da Mulher madura entra em menopausa, são vários os sintomas que causam desacertos físicos e emocionais:
Cansaço, dores articulares, tonturas, vertigens, perturbações do humor, secura da pele, secura da vagina, afrontamentos, aumento de peso, secura do saco lacrimal, queda de cabelo, vontade de chorar, ou demasiada irritabilidade, entre outros.

Cada mulher sente que pelo menos uma vez por mês, durante 72 horas, a sua vida transforma-se e nem ela própria se conhece…

Nesta fase é necessário repensar a alimentação, rever a vida em família e criar laços com as amigas.
No entanto a melhor forma de acalmar um corpo em desacerto total, é contar com o maior de todos os remédios: O AMOR.

Para qualquer mulher, a afetividade, é composta de ausência de sexualidade física, sendo que a sexualidade emocional, é a mais eficaz… Ou seja abraços, beijos, gestos de ternura, festas.

Nós adoramos que nos façam festas.

E com alguma compreensão e pequenos cuidados, até a mais “complicada” das mulheres, supera este mal-estar, este incómodo, um não sei quê… Que todos os meses teima em nos fazer SER OUTRA.

Alimente a sua saúde e seja feliz

(PUBLICAÇÃO ORIGINAL EM  DE JANEIRO 27 NO SITE BRASILEIRO O SEGREDO)