Operação Fizz: Carlos Silva arrolado como testemunha do Ministério Público 

kalola Store

O vice-presidente do Millennium/BCP foi arrolado como testemunha do Ministério Público contra o ex-vice-presidente da república de Angola, Manuel Vicente, no processo em que este é acusado de corrupção activa e branqueamento de capitais. Segundo o Correio da Manhã,  Carlos Silva foi arrolado como a testemunha número 22 e é um dos principais trunfos contra Manuel Vicente.

Carlos Silva é vice-presidente do Millennium/BCP e presidente do Banco Privado Atlântico Europa (BPAE), pelo qual passou um empréstimo de 130 mil euros ao procurador Orlando Figueira, o principal arguido deste processo, acusado de arquivar várias investigações sobre cidadãos angolanos.

O procurador chegou a ter depositados no BPAE 210 mil euros, justificados como pagamento do primeiro ano de salário dos futuros patrões angolanos. A PJ refere que o banco de Carlos Silva omitiu “deliberadamente ” ao Banco de Portugal que o procurador tinha conta naquela instituição.

Carlos Silva será chamado a explicar o teor dos almoços que teve com Orlando Figueira no Hotel Ritz, onde esteve presente o advogado Paulo Blanco, também acusado no processo. Entretanto a defesa de Manuel Vicente aguarda o teor do parecer pedido por António Costa, primeiro-ministro de Portugal, ao Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República.

Fonte: Correio da Manhã.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.