Passageiros da TAAG estão “retidos” no Aeroporto de Lisboa

Um problema com o desgaste e o mau estado dos pneus está na origem do cancelamento do voo DT 651 da TAAG, que se devia realizar na manhã desta sexta-feira, 12 de Abril, a rota Lisboa-Luanda.

Uma fonte da Vivências Press News confirma que mais de 200 passageiros, estão retidos no Aeroporto de Lisboa, aguardando informações da companhia aérea angolana.

“O comandante e a restante tripulação recusam-se a efectuar viagem por causa do mau estado dos pneus da aeronave. Eles dizem que os pneus estão carecas e isso pode colocar em risco o próprio voo e a vida dos passageiros. Estamos a aguardar uma solução por parte da TAAG”, disse um passageiro.

A mesma fonte garantiu que a TAAG aguarda de venham de Luanda os pneus de reposição, estando confirmado que venham no voo que parte de Luanda quando for meio-dia (com chegada prevista a Lisboa quando forem 20h). O voo tem agora saída prevista para as 22h.

“Neste momento estamos a contactar algumas unidades hoteleiras para alojar temporariamente os passageiros. A TAAG já solicitou a Luanda os pneus de reposição e devem chegar no voo que parte de Luanda quando forem 12h e deve chegar cá pelas 19h ou 20h. Temos mais de 200 passageiros com os ânimos exaltados, descontentes e estamos a gerir isso”, garantiu um assistente que estava de serviço.

Uma fonte garantiu que a tripulação já havia solicitado ao pessoal da assistência em terra para que fizesse a substituição dos pneus.

“Alguns membros da tripulação já haviam alertado ao pessoal da assistência para tal situação. O problema foi que não valorizam a situação e hoje o comandante e a sua tripulação, por razões de segurança, não aceitaram fazer o voo com os pneus naquele estado. Tudo isto poderia ter sido evitado e agora temos as pessoas retidas no aeroporto”, garantiu o assistente.

Deixe o seu comentário