PGR apreende Três Torres no Ingombota

kalola Store

O Serviço Nacional de Recuperação de Activos da Procuradoria-Geral da República (PGR), através de mandado de apreensão assinado pela Dr.ª Eduarda Rodrigues a 22 do corrente mês, ordenou a apreensão de três edifícios, de escritórios e residenciais localizados no distrito urbano da Ingombota, Largo do Ambiente, Eixo Viário, em Luanda.

A acção tem como base a “Lei sobre o Repatriamento Coercivo e Perda Alargada de Bens” e a “Lei Reguladora das Revistas, Buscas e Apreensões”, refere o Mandado de Apreensão n.º 4/2020 do Serviço Nacional de Recuperação de Activos.

O comunicado a que a Vivências Press News teve acesso sublinha que os edifícios em causa, conhecidos como Três Torres, incluem escritórios (torre A) e residências (torres B e C).

No Mandado de Apreensão, a PGR não esclareceu quem era o proprietário das referidas torres, nem o motivo da apreensão, tendo o Ministério Público nomeado o Cofre Geral de Justiça como fiel depositário.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.