Plástico que ingerimos numa semana dá para fazer um cartão multibanco

kalola Store

Estamos a ingerir uma média de 5 gramas de plástico por semana, o equivalente a um cartão de crédito, revela um novo estudo, resultado de investigações de uma equipa da Universidade de Newcastle, na Austrália.


Esta contaminação vem dos microplásticos – partículas mais pequenas que cinco milímetros – que estão a entrar nos alimentos, na água potável e até no ar que respiramos.

Estas minúsculas partículas têm múltiplas origem: fibras artificiais de roupas, microesferas em algumas pastas de dentes ou pedaços maiores de plástico que gradualmente se vão degradando quando são deitados fora e expostos aos elementos.

Vão entrando nos rios e oceanos e podem ser comidos por peixes e outros animais marinhos, entrando assim na cadeia alimentar.

Os microplásticos têm sido encontrados em líquidos que bebemos como a cerveja e até no sal com que temperamos os alimentos, disse à CNN a autora principal do estudo, Kala Senathirajah.

O relatório No Plastic in Nature: Assessing Plastic Ingestion from Nature to People, financiado pela World Wildlife Fund (WWF), analisou 52 estudos feitos ao longo dos anos a nível mundial e concluiu que a maior ingestão de microplásticos faz-se através da água que bebemos.

Em média, cada pessoa consome até 1.769 partículas de plástico cada semana apenas por beber água – engarrafada ou da torneira.

E aqueles que bebem exclusivamente água engarrafada ingerem mais 90.000 partículas de plástico por ano que quem bebe água da torneira.

Há no entanto diferenças regionais – num estudo de 2018 foi econtrado o dobro de plástico na água nos Estados Unidos e da Índia do que na água das torneiras na Europa e na Indonésia.

Cada ser humano ingere mais de 70 mil microplásticos por ano

Um outro estudo, da universidade canadiana British Columbia publicado a 5 de junho, já revalava que, em média, cada norte-americano come, bebe e respira entre 74 mil a 121 mil partículas de microplásticos por ano.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.