População e polícia em confronto no Sambizanga

kalola Store

Centenas de populares e agentes da Polícia Nacional envolveram-se na manhã desta quinta-feira, 27 de Junho, em confrontos no município do Sambizanga, junto à esquadra policial do antigo mercado do Roque Santeiro.

Um residente na zona revelou ao Novo Jornal Online que os confrontos, que envolvem disparos de fogo real para o ar e dispersão da população com gás lacrimogénio , aconteceram depois de a família, que culpa os agentes da Polícia Nacional da morte de um jovem, terem colocado o caixão com o cadáver no interior da esquadra.

De acordo com fonte policial, o tumulto, que se assemelha ao caso da zungueira Juliana Kafrique, aconteceu depois da morte de um jovem, detido dias antes por agentes do Serviço de Investigação Criminal (SIC) por suspeita de tráfico de droga.

“No acto de detenção, o homem apresentou resistência e os agentes do SIC recorreram à força para materializar a detenção. Dias depois de ter sido solto, o cidadão veio a falecer e as pessoas associaram a morte à acção coerciva dos agentes”, informou a fonte do Gabinete de Comunicação do Ministério do Interior.

Foi no momento em que a família do jovem levou a urna para a esquadra que centenas de pessoas se juntaram nas proximidades em protesto contra o que clamam ser abuso recorrente da força por parte dos agentes policiais.

Fonte: Novo Jornal Online.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.