Portugal: Azevedo Xavier Francisco “Xavita” defende Mestrado em Direito e Segurança

kalola Store

O tenente-general angolano, Azevedo Xavier Francisco “Xavita”, defendeu hoje, 21 de março, o Mestrado em Direito e Segurança pela Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

A defesa da tese teve como tema : “Angola-reedificação das Forças Armadas”, trabalho académico que recebeu do júri a nota de 18 valores, com a avaliação qualitativa de Excelente.

 

 

Estes dois últimos anos foram bastante exigentes e estimulantes. Escolhi este tema porque penso que é importante uma abordagem académica sobre o papel das FAA no actual contexto de paz e do seu papel enquanto garante da defesa e da soberania nacional. Estou ciente que deixo aqui um contributo ao meu país [Angola], a Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa e aos meus colegas das FAA. Nunca é tarde para abraçar o conhecimento e interesse pela academia. Este é mais um contributo que deixo ao longo destes quarenta anos ao serviço das Forças Armadas e da pátria. Muito obrigado”, disse a Vivências Press News, Azevedo Xavier Francisco.

Para o presidente do júri e orientador da tese de Mestrado, Professor Doutor Jorge Bacelar Gouveia, trata-se de um importante trabalho académico sobre a estruturação, composição e formação das FAA e também importante para o estudo de matérias relacionadas com o Direito e Segurança.

Foi um tema muito bem escolhido. Angola enfrenta novos desafios: desafios económicos, desafios nas exportações, desafios na reactivação das estruturas de produção, mas também há importantes desafios na área de segurança. Angola é hoje um país central em África, é um país importante em África, é um país com múltiplas fronteiras com países vizinhos que têm dificuldades de estabilidade interna. Foi muito oportuna a escolha deste tema, uma vez que as FAA têm um papel a desempenhar na segurança interna e externa de Angola, bem como na ajuda que podem prestar noutros palcos internacionais”, disse o também professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Além do papel que teve como orientador do trabalho académico, Jorge Bacelar Gouveia, fala da inclusão de uma dos capítulos da referida tese na revista de defesa e segurança da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Foi com muito gosto que eu decidi orientar este trabalho de um grande profissional, o general Azevedo Xavier Francisco. Trata-se de um homem que conhece bem Angola, tem uma longa carreira nas forças armadas e serviços de segurança. Só lhe posso dar os parabéns por, entretanto, nesta fase da vida ter decidido também estudar e aqui obter o grau de Mestre em Direito e Segurança pela Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Durante a prova e devido a excelente tese que foi apresentada, entendemos que devíamos fazer um convite para que um dos capítulos da tese seja publicado na nossa revista de defesa e segurança”, afirmou.

O tenente-general Azevedo Xavier Francisco, tem 60 anos de idade e em março de 1976 ingressou nas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA) fazendo parte dos sistemas de segurança nacional na então Direcção de Protecção Física (organismo responsável pela protecção de instituições estratégicas como a Refinaria de Luanda, BNA e outras de interesse nacional). É actualmente Director-Geral Adjunto dos Serviços de Inteligência Externa da República de Angola.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.