Portugal é o país mais hospitaleiro do mundo

kalola Store

Pela primeira vez, Portugal conquista o primeiro lugar no ranking de países mais acolhedores do mundo, subindo nove lugares desde 2016, de acordo com a InterNations 2018, citado pela Forbes.

O site analisou os dados e os comentários fornecidos por quase 13.000 pessoas que trabalham ou vivem no estrangeiro de 188 países para revelar quais são os países mais hospitaleiros do mundo numa lista que se estende por 65 países.

Quase quatro em cada cinco pessoas que trabalham ou vivem em Portugal, vindas do exterior, descrevem-no como acolhedor (79%) e cerca de três em dez ( 29%) afirmam que os habitantes locais compõem a maioria de seus círculos sociais, contra os 19% de média global, segundo dados da InterNations 2018, citado na Forbes.

Assim, segundo o inquérito, 94% frisa a “atitude amigável” de Portugal, 58% refere a “facilidade em fazer amigos locais” e 47% tende a querer refugiar-se no país para sempre. Segundo o inquérito anual, citado na Forbes, as pessoas que vivem ou trabalham em Portugal vindas do exterior consideram os portugueses como pessoas que cuidam uma das outras.

Portugal surge assim no topo da lista, seguido de Taiwan com 86% de uma “atitude hospitaleira”; o Cambodja em terceiro lugar com 73% de “facilidade em fazer amigos locais”; o Bahrein em quarto lugar com 86% das pessoas a considerarem-no como acolhedor e a Costa Rica em quinto lugar, com 48% de possibilidade das pessoas que vêm do estrangeiro para trabalhar ou viverem no país ficarem para sempre.

Este ano, o inquérito citado pela Forbes, colocou os EUA no lugar 36, o que significa que é um país menos acolhedor do que países como o Uganda que está no lugar 18 da lista, a Roménia (19), a Indonésia (21), Israel (24) e o Cazaquistão (28). Em 2016, os EUA estavam no vinte primeiros lugares ( lugar 19), o que significa que desde lá se tornou um país menos hospitaleiro para pessoas que vivam e trabalham no país vindas do estrangeiro.

Por sua vez, o Reino Unido também não ocupa um lugar confortável (56). Os estrangeiros consideram os ingleses distantes (42%) e reservados (58%), o que torna mais difícil de fazer amigos locais no país, segundo o inquérito, estes resultados podem estar ligados ao ‘Brexit”.

A ocupar o lugar de país menos hospitaleiro pelo quarto ano consecutivo está o Kuwait. Quase metade das pessoas que trabalham ou vivem no país vindas do exterior classificam negativamente a atitude da população local (46%), um dado três vez superior à média global (16%). No fundo da tabela está a Áustria e a Suíça.

Fonte: Jornal de Negócios

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.