Portugal: Marcelo Rebelo de Sousa visita Angola no próximo ano

João Lourenço e Marcelo Rebelo de Sousa reuniram esta quinta-feira. Em conferência de imprensa conjunta, o presidente de Angola revelou que estarão a ser negociadas para a deslocação do presidente português a Luanda em 2019.

O presidente de Angola, João Lourenço, anunciou que o seu homólogo português irá visitar Angola no próximo ano. Em conferência de imprensa no Palácio de Belém, esta quinta-feira de manhã, onde foi recebido por Marcelo Rebelo de Sousa, o líder angolano disse que Portugal e Angola irão assinar amanhã 12 instrumentos de cooperação, deixando a porta aberta para avançar em novas áreas aquando da futura deslocação do presidente português a Luanda.

publicidade

“Estamos a dar oportunidade a Marcelo Rebelo de Sousa para na sua visita no proximo ano assinar novos acordos de cooperação”, disse João Lourenço. “Não queremos esgotá-los [aos acordos de cooperação] enquanto Marcelo Rebelo de Sousa não visitar Luanda”, acrescentou.

O líder angolano salientou a boa fase das relações bilaterais. “Viemos falar do presente e futuro, viemos corrigir algo que nos parece anormal, termos deixado passar um período bastante longo sem que tivesse havido a troca de visitas entre chefes de Estado de um país para outro”, acrescentou, em alusão ao facto de esta ser a primeira visita de um presidente angolano em dez anos.

“Os amigos querem-se juntos, os amigos devem visitar-se. a ultima vez que um presidente angolano visitou Portugal foi há nove anos atrás e isso nota que alguma coisa terá falhado nesta busca permanente de alimentar uma amizade entre dois países”, afirmou.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

João Lourenço recordou a deslocação do primeiro-ministro, António Costa, a Luanda em setembro, classificando-a como uma “visita que embora curta foi bastante oportuna, frutuosa, que teve resultados palpáveis com a assinatura de alguns importantes instrumentos de cooperação entre os dois países”. O líder angolano revelou ainda que durante a sua estadia em Portugal serão assinados 12 acordos de cooperação e deixou a porta aberta para avanços no próximo ano.

A visita do do Estado angolano prossegue com uma deslocação às 15 horas ao Parlamento, onde será recebido pelo presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues. João Lourenço segue depois para a Câmara Municipal de Lisboa, onde irá receber a chave da cidade das mãos do presidente da autarquia, Fernando Medina.

Na sexta-feira, o presidente angolano arranca cedo para o Porto onde será recebido pelas autoridades locais antes de discursar no Fórum Económico e Empresarial Portugal/Angola, tal como o primeiro-ministro.

A visita de João Lourenço é a primeira a Portugal de um chefe de Estado angolano em dez anos e também a primeira após a deslocação de António Costa a Luanda, que inaugurou uma nova fase das relações político-diplomáticas entre os dois países, ao sanar o “irritante” que envolveu o antigo vice-presidente de Angola Manuel Vicente. As atenções recaem agora sobre a regularização dos pagamentos em atraso às empresas portuguesas.

Fonte: JE

Deixe o seu comentário