Preços de produtos básicos aumentam em Angola

kalola Store

Ao contrário das previsões dos angolanos, o ano de 2018 não começou da melhor forma em matéria de produtos de primeira necessidade, cujos preços não param de aumentar.

A nota de 100 dólares está a 45 mil kwanzas no mercado informal contra os 38 mil no início de Janeiro.

A caixa de coxas de frango que era comercializada a 3.600 kwanzas é vendida agora a 5.500, enquanto o preço do saco de arroz passou de 2.500 kwanzas a 4.800 kwanzas.

A subida de preços tem acontecido em vários outros produtos da cesta básica.

Lindo Bernardo Tito, porta-voz da CASA-CE, diz que o maior problema é a falta de capacidade governativa por parte do MPLA e admite que a vida da população vai piorar.

“É uma equipa em que o treinador é um antigo jogador e não mudou nada, por isso é que a vida das populações vai piorar”, diz Tito, acrescentando que “o maior problema é a falta de capacidade governativa do MPLA”.

Já Raúl Danda, vice-presidente da UNITA, considera ser previsível o sofrimento que vai aumentar porque, alerta, com o Orçamento Geral do Estado a ser debatido a partir desta quinta-feira, 18, “a vida vai ficar ainda pior”.

Fonte: voa

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.