Presidente da República oficializa exoneração de quatro embaixadores incluindo na CPLP

Num decreto divulgado nesta sexta-feira, 19, pela Casa Civil do Presidente, João Lourenço exonerou os embaixadores na Missão Permanente de Angola junto da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), Luís de Almeida, Leogivildo da Costa e Silv, na Grécia, Isabel Mercedes da Silva Feijó, e no Canadá , Edgar Gaspar Martins.

A 10 de Setembro último, o chefe da diplomacia angolana indicou que, até Novembro, Angola iria encerrar quatro embaixadas e outros tantos consulados, entre ele o existente em Faro, face aos “constragimentos económicos provocados pela crise que o país enfrenta “.

Na ocasião, Manuel Augusto indicou que a representação diplomática de Angola acreditada na CPLP passará a ser assegurada pela Embaixada de Angola em Lisboa.

Além do consulado angolano em Faro, Manuel Augusto anunciou também o fecho de idênticas missões em Durban (África do Sul), Frankfurt (Alemanha) e Califórnia ( Estados Unidos da América).

O chefe da Diplomacia angolana adiantou que, por outro lado , Angola vai construir uma nova chancelaria na Alemanha, projecto integrado no acordo-quadro de financiamento celebrado em 2016 entre o Governo angolano e o banco alemão KFW IPEX- Bank GMBH, de 500 milhões de dólares (427, 8 milhões de euros ao câmbio actual).

A 24 de Agosto deste ano, na sequência da visita oficial que efectuou à Alemanha, João Lourenço, aprovou um decreto a entrega da empreitada à empresa alemãs Ed Zublin AG Stuttgart, num valor próximo de 12 milhões de euros.

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário