Presidente de Cabo Verde augura para Angola condições de progresso

O Presidente de Cabo-Verde, Jorge Carlos Fonseca, afirmou hoje que Angola tem condições para acelerar o seu progresso económico, social e cultural, de modo a que o país “atinja os patamares que aspira e a que tem direito”.

Jorge Carlos Fonseca falava à imprensa no final da cerimónia de tomada de posse do novo Presidente de Angola, João Lourenço, que se realizou hoje em Luanda.

Numa análise ao discurso feito pelo seu homólogo, Jorge Carlos Fonseca considerou “muito positivo, construtivo e perspetivo”.

“Traçou as grandes linhas de acção do próximo Governo de Angola, seja do ponto de vista interno, seja do ponto de vista externo. Nós, como Cabo Verde, auguro que o país possa ter condições para acelerar o progresso económico, social e cultural, para que Angola atinja os patamares que aspira e a que tem direito”, referiu.

O chefe de Estado de Cabo Verde disse ainda esperar que Angola consolide as suas relações de cooperação com os países que lhe são muito proximos, nomeadamente Cabo Verde.

“Somos países irmãos, há um grande laço histórico e cultural entre os dois países, partilhamos a CPLP (Comunidade de Países de Lingua Portuguesa), os PALOP (Países Africanos de Língua Portuguesa), a UA (União Africana), e sobretudo há uma identidade e uma cumplicidade humanas muito fortes , que se traduzem, por exemplo, numa vasta comunidade cabo-verdiana aqui em Angola”, disse.

João Manuel Gonçalves Lourenço foi hoje investido Presidente da República de Angola, na sequência das eleições gerais angolanas, realizadas a 23 de agosto deste ano, da qual foi vencedora o partido Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA).

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário