Primeiro-ministro italiano em visita a Angola

kalola Store

Segundo o diretor para a Europa do Ministério das Relações Exteriores angolano, Francisco da Cruz, o primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni Silveri, desloca-se a Luanda para manifestar o apoio da Itália ao novo Governo angolano, saído das últimas eleições gerais, de 23 de agosto passado.

Francisco da Cruz sublinhou que a Itália foi o primeiro país ocidental a reconhecer a independência de Angola, em 1975, “de maneira que há relações muito estreitas, muito dinâmicas entre os dois países”.

“De tal forma que houve interesse das duas partes dentro dessa relação, por uma questão também de simbolismo histórico, que fosse o primeiro governante ocidental a ser recebido pelo novo Presidente [angolano, João Lourenço]”, disse.

Enquadra-se também nesta visita o objetivo de as partes passarem em revista a cooperação bilateral e na perspetiva de se encontrar novas oportunidades para a sua expansão, sobretudo no quadro da diversificação da economia angolana, disse o diplomata angolano.

A abordagem de questões regionais internacionais de interesse comum faz igualmente parte da agenda de trabalho de Paolo Gentiloni Silveri, que tem o seu contacto com as autoridades angolanas centrado sobretudo no encontro com o Presidente de Angola, João Lourenço.

Angola é o terceiro parceiro comercial italiano na África subsaariana, para o qual exporta essencialmente petróleo, importando de Itália máquinas industriais, ferro, aço e bens alimentares.

Em 2015, o ex-Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, visitou a Itália, durante a qual rubricou dois memorandos de entendimento de consultas bilaterais sobre a Cooperação Económica e sobre o Seguro ao Crédito Externo.

José Eduardo dos Santos deslocou-se a Itália um ano depois da visita do então primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, que defendia uma estratégia de longo prazo nas relações entre a Europa e África.

 Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.