Processo Fizz: Mais uma “gaffe” diplomática à vista

Portugal corre o risco de estar à beira de mais uma “gaffe” diplomática com Angola. É que o juiz Alfredo da Costa, que preside ao colectivo que julga o Processo Fizz, aquele que envolve o procurador Orlando Figueira e o ex-vice-presidente de Angola Manuel Domingos Vicente, e que foi classificado como o grande “irritante” das relações luso-angolanas, decretou o adiamento da leitura da decisão final.

Segundo o magistrado, existiriam mudanças substanciais dos factos da acusação o que vai atrasar a redacção e a leitura do acórdão.

Agora têm que ser cumpridos os prazos para as várias defesas apreciaram o acórdão e também o Ministério Público. Só depois se marcará uma nova data para a leitura.

Com tanto prazo só teremos leitura da sentença do caso que abalou as relações entre Portugal e Angola lá para o final de Novembro, precisamente a altura (dias 23 e 24) da visita oficial do Presidente angolano a Portugal.

“Seria o cúmulo da inconveniência ter um juiz a falar em corrupção de angolanos “, durante uma visita de Estado do Presidente angolano, João Lourenço, lê-se na revista Domingo (parte integrante da edição de domingo do Correio da Manhã).

Fonte: Correio da Manhã

Deixe o seu comentário