Produção da campanha agrícola 2019/2020 cobre até 80% das necessidades alimentares de Angola

A produção prevista para a campanha agrícola 2019/2020 de Angola, que se inicia em Outubro, deverá cobrir entre 70% a 80% das necessidades alimentares do país, disse o director-geral adjunto do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA).

José Fernandes disse ainda à agência noticiosa Angop que cerca de 90% dos produtos agrícolas produzidos e consumidos no país são fornecidos pelo sector da agricultura familiar.

publicidade

O director-geral adjunto do IDA anunciou que, para a próxima campanha agrícola, o Governo central reforçou as ajudas ao sector da agricultura familiar, que em determinados casos chega a quadruplicar o apoio prestado na campanha passada.

O reforço inclui 60 mil novas charruas, 20 mil toneladas de adubos (compostos e simples), sementes, calcário para reduzir a acidez dos solos, diversos instrumentos de trabalho e assistência técnica a mais de 1,3 milhões de famílias camponesas.

O Governo, prosseguiu, disponibiliza três mil toneladas de sementes de milho melhorado, 200 de feijão, 100 de massambala e cinco toneladas de sementes de algodão, para fomentar o cultivo desse produto.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

O sector agrícola conta na próxima campanha com uma dotação de cerca de 0,4% do Orçamento Geral do Estado, uma percentagem insuficiente para desenvolver a agricultura e superar o défice alimentar em Angola, segundo José Fernandes, que considera que o sector necessita de cerca de 10%.

Além do fraco financiamento institucional, o salário pago aos técnicos agrários é ainda baixo, facto que tem provocado a fuga de quadros no sector, enfraquecendo a agricultura familiar.

Fonte: Angop

Deixe o seu comentário