Rafael Marques vence prémio Herói da Liberdade de Imprensa

O jornalista e activista angolano Rafael Marques foi vencedor do prémio Herói Mundial da Liberdade de Imprensa (WorldPressFreedomHero 2018), anunciou esta terça-feira o Instituto Internacional da Imprensa (IPI). O galardão será entregue numa cerimónia a 22 de Junho em Abuja, na Nigéria.

“Apesar da repressão sistemática dos meios independentes em Angola, Rafael Marques têm conseguido, correndo grande risco pessoal, fazer incidir uma luz no abuso de poder ao nível mais elevado com coragem e persistência”, lê-se num comunicado.

Segundo o IPI, em nome da liberdade de imprensa Rafael Marques tem “enfrentado décadas de assédio e processos jurídicos por revelar a corrupção e os abusos de direitos humanos” em Angola.

O activista, de 46 anos, iniciou a carreira no jornalismo no Jornal de Angola, detido pelo Estado angolano. Passou depois a escrever em vários jornais independentes e criou o site Maka Angola, onde denuncia a corrupção e os abusos no país ao nível dos direitos humanos.

Rafael Marques é o primeiro cidadão angolano a receber o prémio, já entregue a dois jornalistas lusófonos : o português Nuno Rocha e o brasileiro Júlio de Mesquita Neto.

O prémio Herói Mundial da Liberdade de Imprensa destaca todos os anos personalidades que contribuem de forma significativa para a promoção da liberdade de imprensa.

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário