Reactivados centros para prevenção do coronavírus

kalola Store

Esta quarta-feira, no Uíge, Ntima Eduardo, chefe do departamento de Saúde Pública informou foram reactivados no fim de Dezembro de 2019 três centros fronteiriços de isolamento de epidemias nos municípios de Maquela do Zombo, Kimbele e Milunga (Uíge), que fazem fronteira com República Democrática do Congo, para prevenir eventual surgimento de casos do coronavírus na província.

Os centros dispõem de técnicos de saúde equipados com materiais de segurança, como luvas, lenços descartáveis, máscaras e outros equipamentos para evitar a contaminação.

Aquele responsável provincial explicou que as equipas são coordenadas pelo governador da província do Uíge, Pinda Simão, coadjuvado pela directora do gabinete provincial de saúde, Madalena Diogo, por directores e chefes de departamentos de saúde pública, supervisores provinciais de saúde e outros ministérios.

Segundo Ntima Eduardo, o centro na fronteira da Maquela do Zombo tem 15 camas, o de Kimbele 13, de Milunga 12 e o da sede provincial do Uíge 30.

Para garantir o funcionamento dos centros, 120 técnicos e outros colaboradores tiveram uma formação de dois meses, tendo como ponto focal a vigilância epidemiológica e a saúde pública.

Para além da formação, o sector da saúde está a realizar campanhas de sensibilização e prevenção em igrejas, escolas e outros locais de aglomerados populacionais.

Desde Dezembro de 2019, quando surgiu uma nova estirpe de vírus animal na China até ao dia 25 de Fevereiro foram confirmados 45.604 casos e 2.715 e mortos, naquele país.

Com Angop

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.