São Tomé vai fechar fronteiras por causa do Covid-19

Segundo noticiado pela RTP, esta quarta-feira, o Governo de São Tomé prepara-se para impedir a entrada no país de cidadãos oriundos de alguns países com casos confirmados de coronavírus.

O anúncio foi feito esta quarta-feira, pelo ministro da Saúde, após um encontro com representantes do corpo diplomático acreditados no país, no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Anne Marie Ancia, representante de Organização Mundial de Saúde naquele país, esteve presente no encontro com os diplomatas e defende outras medidas preventivas que não o encerramento de fronteiras.

Fechar as fronteiras não vai parar a transmissão da doença. Há outras medidas muito mais importantes. Montar a vigilância, preparar as estruturas de saúde para servir as pessoas e isolar as pessoas infectadas são muito mais efectivas para limitar a transmissão da doença.

Os países que vêem impedida a entrada em São Tomé e Príncipe são China, Irão, Coreia do Sul, Itália, Argélia e Senegal.

Deixe o seu comentário