“SOL”, o astro que nos melhora a saúde e a perda de peso…

Todos os meses, me chegam ao consultório, gente da minha terra, em busca melhorar a saúde e a silhueta.
De há uns tempos para cá, são muitos os angolanos que me procuram para uma consulta de avaliação nutricional e epigenética.
E, por isso, por já serem alguns ao longo destes cinco anos em lisboa, me dei conta de uma deficiência comum a quase todos os angolanos e também em alguns brasileiros.

Carência de Vit. D.

A razão? difícil de entender, sobretudo porque a maioria nem me sabe explicar o porquê.
Mas, aos poucos eu vou descobrindo o motivo desta acentuada carência. Vidas atribuladas, sem tempo para o lazer em família, sem tempo para ao fim de semana, passearem nas belas praias destes dois paraísos tropicais.
Por outro lado, nos dias que correm, os meios de comunicação informam as populações do mundo, que o sol pode causar cancro de pele.
A indústria da cosmética, inunda o mercado com super poderosos bloqueadores solares.
Os meios de informação pública de cuidados de saúde, informam-nos que devemos proteger a pele das agressões do sol e, por isso devemos usar protector, mais do que uma vez ao dia.

Mas, no meio desta informação, há quem se esqueça, da importância do SOL.

Esta imensa fonte de calor e de energia, se, devidamente doseada, é um agente natural de vitalidade e até curativo.
O sol, acelera a produção de hematias, aumentando a produção de glóbulos vermelhos. Fixa a Vitamina D que é vital para a fixação do cálcio e do fósforo.
Ou seja, por palavras simples, reforça a nossa imunidade todos os dias e além disso melhora a resistência dos nossos ossos e auxilia o crescimento das crianças.
Por outro lado, recentemente, uma pesquisa da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, mostrou que a vitamina D no organismo ajuda a reduzir gordura  na região abdominal.

Se olharmos este recurso, quente, brilhante, de côr forte, ele é um aliado da boa saúde, sem nos custar sequer um centavo. 

Apenas precisamos de tempo para nos dedicarmos a ele como ele se dedica a nós.

Todos os dias o astro Sol, nasce, cresce, ilumina-nos, aquece-nos e vai-se deitar, cumprindo a sua função no planetaDar-nos um pouco da sua energia vital, para que a nossa energia vital possa ser restaurada.

A natureza, cumpre a sua tarefa, sem nos pedir nada em troca, pois cabe a cada um de nós receber e aceder a esta oferta, cumprindo a nossa parte.
Basta que, diariamente você faça o mesmo que um cão ou um gato, se exponha pelo menos meia hora ao sol. Ou, na falta deste exercício diário, é preciso que ao fim de semana, frequente uma praia, ou um local ensolarado, ao ar livre e se exponha pelo menos 1 hora ao sol.
Esta tarefa, tão simples, vai permitir ao nosso corpo acumularmos resistência e fixarmos o poder concentrado dos nossos minerais nos nossos centros de energia eletromagnética.

Os ossos. 

Eles são o nosso painel solar. Onde acumulamos a reserva da nossa vitalidade.
Os raios de sol, são uma das formas de estimulação dos sistemas neuropsíquicos e endócrinos, que favorecem o bom ritmo cardíaco e respiratório.

O SOL, é a melhor fonte de nutrição dos músculos, a qual nos permite  melhorar o metabolismos dos hidratos de carbono e dos fosfatos. 

Ou seja, por outras palavras, se quer perder peso, exponha-se 30 minutos por dia ao sol, entre as 7h e as 9h se vive nos trópicos ou entre as 9h e as 11h se vive deste lado de cá do equador (europa).
Este exercício diário, permite-lhe aumentar os seus anabolizantes naturais, aqueles que o seu corpo produz, e que são ativados pelos raios de sol.
Assim estará a acelarar a assimilação dos alimentos. Os raios ultravioletas vão usar a energia do seu corpo e estimular a queima da gordura hipodérmica, e, também acentuam a eliminação da infiltração celular pelos raios infravermelhos, dissolvendo os cluster de gordura adiposa. Pense nisto, como uma forma indolor, eficaz, de queimar a sua celulite.

Para se proteger da sua agressão, comece por tomar pela manhã, sumos ou batidos de acção antioxidante e de reparação da pele (phytoprotetor)

Por exemplo, um batido de tomate bem maduro, com salsa, cenoura e hortelã.
Coloque água de boa qualidade, 1 pedrinha de sal do himalaia, um pouco de gengibre e de mel e vá fazer o seu passeio de sol, se possível junto do mar.
Somar os benefícios destes dois elementos da natureza, é quase como beber da fonte da juventude.

Uma vez por semana, utilize em todo o corpo uma máscara de argila, para estimular e manter a sua pele mais limpa e oxigenada.
Além de recuperar a elegância do corpo estará sobretudo a preservar a sua vitalidade e a sua longevidade.
Com pequenos gestos de vida, estará a cuidar de si e com isso a mudar equilibrar o seu Fenótipo, isto é Epigenética, a vida feita ciência a favor das suas células.
Já agora, para começar bem a semana, deixo-lhe aqui um poema, do meu poeta angolano favorito.

 

Pôr do sol africano

Eis que o sol, com gestos lentos,
Vai enrolando no corpo
Os panos da noite.
Nessa hora indefinida,
Em que é dia ou já não é,
Há uma festa de cores
No pôr do sol africano…

No som das aves poisando
Em palmeiras, imbondeiros,
Moram gargalhadas.
Neste quadro a natureza
Capricha na inspiração
E o céu dá a melhor tela
Ao pôr do sol africano…

Tons de amarelo e vermelho,
Com pinceladas de negro,
Transformam o horizonte
Numa imponente queimada.
Enquanto as sombras avançam,
A lembrar o fumo espesso,
Extinguem-se as labaredas,
Mas ardem as emoções,
Nas cinzas ainda quentes
Do pôr do sol africano.
Não cabe em nenhum olhar
Um pôr do sol africano…

Rui Manuel – Cuca

Deixe o seu comentário