Sonangol corta quase 60 milhões de dólares em festas de confraternização 

A informação consta do último relatório e contas da Sonangol. Segundo o documento, analisado pela agência Lusa, a “redução significativa” dos gastos em festas de confraternização e acção social, “é reflexo das medidas de redução de custos implementadas no grupo”. 

O Relatório e Contas da petrolífera nacional precisa que em 2015 esses encargos totalizaram 11,5 mil milhões de kwanzas (cerca de 69 milhões de dólares), valor encurtado para 1,8 mil milhões de kwanzas (cerca de 11 milhões de dólares) no ano passado . 

Os cortes tornaram-se uma das imagens de marca da gestão de Isabel dos Santos, que assumiu a liderança da petrolífera angolana no início de Junho de 2016. 

Cinco meses depois, a presidente do conselho de administração da Sonangol revelava ter reunido condições para obter uma poupança de 240 milhões de dólares por ano. 

A meta passou, entre outros ajustes, pela subtracção dos gastos com serviços de beleza. 

A Sonangol gastou, em 2016, o equivalente em kwanzas a 10,8 milhões de dólares em festas de confraternização e acção social, montante que representa um corte de quase 60 milhões de dólares em relação ao ano anterior.