Sonangol deixa de ter presidente da comissão executiva

kalola Store

A petrolífera Sonangol, liderada por Isabel dos Santos, deixou de ter presidente da comissão executiva.

A medida segue o novo estatuto orgânico aprovado pelo ex-chefe de Estado angolano, que entrou em vigor depois da posse de João Lourenço.

O novo estatuto orgânico da Sonangol foi aprovado por José Eduardo dos Santos em setembro e publicado seis dias depois, já após ter cessado funções.

Surgiu na sequência da exoneração de Paulino Jerónimo das funções de presidente da comissão executiva da petrolífera angolana.

A Sonangol funciona agora com dois órgãos, o conselho de administração, com até 11 membros, liderado por Isabel dos Santos, filha do antigo presidente da República, e um conselho fiscal.

O novo estatuto refere que Isabel dos Santos tem a competência de propor a “nomeação, recondução e exoneração dos representantes da Sonangol EP nos órgãos de gestão de outras empresas”, mas também “definir os pelouros de cada administrador”.
A aprovação do estatuto orgânico da Sonangol surge em simultâneo com outras duas decisões de José Eduardo dos Santos, exonerando três administradores executivos – entre os quais o presidente do conselho executivo – e nomeando outros três para a administração da petrolífera.

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.