Standard Bank Angola apresenta documentário criado pela born

kalola Store

O Standard Bank Angola lançou um documentário no âmbito da mais recente campanha de comunicação institucional, denominada “Oiça a voz da experiência”.
O documentário, assinado pela Born, exibe a vida e os costumes dos chefes de aldeia angolanos, os sobas. A campanha tem o objectivo de “associar os valores destas figuras centrais na sociedade angolana com os principais valores do Standard Bank”, refere Marco Pulido, supervisor criativo da Born.

O Standard Bank é um banco profundamente enraizado em África e o desafio consistia em produzir algo que – além de inovador – passasse essa realidade para o mercado. Tivemos grandes desafios de produção e por isso não poderíamos estar mais satisfeitos: fizemos a campanha com recursos 100% angolanos, o que deixa transparecer a maturidade do mercado angolano no sector da publicidade e produção audiovisual.

Ao longo de 5 dias de casting e 8 dias de filmagens – e depois de percorridos mais de 4000 kms em três províncias angolanas (Kwanza Sul, Malange e Luanda)-, “A Voz da Experiência” documenta como os Sobas de Angola conduzem a vida da comunidade usando a sua experiência e o conhecimento passado ao longo de gerações. Uma imersão ao coração de um país onde as tradições se conjugam com o futuro.

 

[wpvideo 5DjZVNHa autoplay=”true”]

 

Esta campanha, com a assinatura “Oiça a voz da experiência”, pretende associar os valores destas figuras centrais na sociedade angolana com os principais valores do Standard Bank: um banco com mais de 150 anos, presente em mais de 20 países, líder no continente africano.

O resultado final é um documentário de 10 minutos, uma versão de 4 minutos e spots de tv que funcionam como trailers para este conteúdo. Uma campanha com ideia de Marco Pulido e João Martins, que contou com a direção criativa de Artur Carvalho e Marco Pulido, ficando a gestão do projeto a cargo de André Rocha e Filipa Ribeiro. O documentário foi produzido pela Geração 80, realizado por Sérgio Afonso, com produção de Tchiloia Lara e fotografias de Sérgio Afonso.”

 

 

 

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.