Ex-funcionários do Ministério da Saúde de Angola condenados a prisão por desvio

O tribunal de Luanda condenou hoje a oito e seis anos de prisão, Sónia Neves e Nilton Saraiva, respetivamente, e absolveu Mauro Gomes, todos ex-funcionários do Ministério da Saúde angolano, acusados de desviar financiamento internacional para combater a malária. Na leitura do acórdão, o juiz José Cerqueira condenou ainda a ré Sónia Neves, de 44 […]