Jovens activistas apresentam queixa-crime contra Polícia Nacional por “agressões físicas e tortura”

Activistas angolanos apresentaram esta quarta-feira uma queixa-crime à Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o comandante provincial e o director de operações da Polícia de Luanda, por alegadas “agressões físicas e tortura” durante e depois de uma manifestação contra o desemprego. Os jovens activistas denunciaram “tortura física e psicológica” da polícia a sete activistas de Luanda, […]

Isabel dos Santos participa em Lisboa no Fórum Internacional sobre Mobilidade e Inovação

A iniciativa é da Federação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (FME CE-CPLP), que conta juntar 200 pessoas na área empresarial, dentro dos 9 países membros da CPLP e dos países observadores da CPLP, “constituindo-se como elemento de promoção e dinamização de negócios”, avança a organização. O evento irá […]

Brasil é o país lusófono com mais refugiados e Portugal o que tem maiores remessas dos emigrantes

O relatório do departamento de Assuntos Económicos e Sociais da Nações Unidas, consultado pela agência Lusa, indica que o Brasil acolhe 96 mil refugiados, o maior número no universo de nove países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal recebeu, em 2018, remessas no valor de 4.773,4 milhões de dólares (4.331,3 milhões de […]

Angolanos que fizeram a ponte aérea para Portugal há 40 anos vão poder ter um BI do seu país

Cerca de 200 cidadãos de Angola que, há mais de 40 anos, fizeram a ponte aérea para Portugal, vão poder ter, a partir de Janeiro de 2020, um bilhete de identidade angolano, disse hoje o vice-cônsul em Lisboa, Mário Silva. Segundo o diplomata angolano, “estas pessoas, que fizeram a ponte aérea entre Luanda e Lisboa […]

Antigo embaixador moçambicano na Rússia condenado a mais de 10 anos de prisão por corrupção

O Tribunal Judicial da Cidade de Maputo condenou igualmente o antigo adido financeiro da Embaixada de Moçambique na Rússia Horácio Matola a nove anos de prisão pela prática de 19 crimes de peculato. Bernardo Chirinda e Horácio Matola foram dados como culpados de apropriação indevida de fundos do Estado, ao financiarem viagens alheias ao serviço […]