Álvaro Sobrinho “luta” nos tribunais portugueses para reaver 3 milhões de euros

É um dos casos mais rocambolescos da justiça portuguesa. Há cerca de nove anos, o Ministério Público (MP) e o Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) arrestaram pouco mais de 3 milhões de euros ao então banqueiro luso-angolano Álvaro Sobrinho, suspeito de usar um circuito financeiro internacional para concretizar (juntamente com muitos outros envolvidos) uma […]

Processo Fizz/Angola : PGR ainda está a estudar o processo de Manuel Vicente

A PGR de Angola garantiu que continua a analisar o processo remetido pela Justiça portuguesa, envolvendo o ex-vice-presidente angolano Manuel Domingos Vicente, acusado de alegados crimes de corrupção activa, branqueamento de capitais e falsificação de documento. A informação foi avançada à Lusa pelo porta-voz da Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana, Álvaro João, que não revelou […]

Luanda admite visita de António Costa já no Verão

Luanda está aberta a uma visita do primeiro-ministro português António Costa já no próximo mês de Julho, depois da visita do primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy, em Junho, soube o Expresso junto de altos responsáveis angolanos. A data da viagem ainda não está fechada, tendo que ser primeiro acertada entre as diplomacias dos dois países. Ontem […]

Portugal: Ministro dos Negócios Estrangeiros português congratula decisão portuguesa: “Efeito muito positivo na política externa”

Ministro dos Negócios Estrangeiros assumiu tomar “muito boa nota” da decisão da justiça portuguesa de enviar para Angola o processo do ex-vice-presidente angolano, Manuel Vicente O ministro dos Negócios Estrangeiros português disse esta quinta-feira tomar “muito boa nota” da decisão da justiça portuguesa de enviar para Angola o processo do ex-vice-presidente angolano, afirmando que a […]

Portugal: “Espião” Carvalhão Gil condenado por espionagem e corrupção passiva

O ex-funcionário dos Serviços de Informação e Segurança (SIS) Carvalhão Gil foi condenado ontem, pelo Tribunal Criminal de Lisboa, a sete anos e quatro meses de prisão. Em causa, os crimes de espionagem e corrupção passiva para acto ilícito (agravado). Vai permanecer em prisão domiciliária com pulseira electrónica e a defesa já anunciou que irá […]