Tribunal manda vice-Presidente de Angola e procurador a julgamento 

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu hoje levar a julgamento os arguidos do processo ” Operação Fizz”, no qual constam Manuel Vicente, vice-Presidente de Angola, e o procurador do Ministério Público Orlando Figueira.

No processo, que investigou crimes económico-financeiros, o vice -Presidente angolano é suspeito de ter corrompido Orlando Figueira para que o procurador arquivasse dois inquéritos, um deles o caso Portmill, relacionado com a alegada aquisição de um imóvel de luxo no Estoril.

Em causa na “Operação Fizz” estão alegados pagamentos de Manuel Vicente, no valor de 760 mil euros, ao então magistrado do Departamento Central de Investigação e Ação Penal ( DCIAP) para obter decisões favoráveis. 

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário