Oficial: Cristiano Ronaldo é jogador da Juventus

Está confirmada a transferência de Cristiano Ronaldo para a Juventus. O Real Madrid, através de comunicado, explica que acertou a transferência atendendo «à vontade e petição expressadas pelo próprio jogador».

No comunicado, o clube da capital espanhola não deixa de «expressar a sua gratidão por um jogador que provou ser o melhor do mundo», lembrando os títulos colectivos e individuais conquistados ao longo das 9 temporadas em que CR7 atuou no clube.

«Para o Real Madrid, Cristiano Ronaldo será sempre um dos seus grandes símbolos e uma referência única para as próximas gerações. O Real Madrid será sempre a sua casa», finaliza-se, sem  referências aos valores envolvidos na transferência.

 

Mensagem de despedida de Cristiano Ronaldo
«Chegou o momento e pedi que aceitassem transferir-me»

O site do Real Madrid publicou uma mensagem de despedida de Cristiano Ronaldo momentos depois de anunciar a sua saída. O jogador fala na necessidade de um novo ciclo e, sem referir o clube de destino, diz que pediu ao clube para o transferir:

Eis a mensagem:

«Estes anos no Real Madrid e na cidade de Madrid, foram, possivelmente os mais felizes da minha vida. Só tenho de deixar um agradecimento a este clube, a estes adeptos e a esta cidade. Só posso agradecer a todos pelo carinho e afecto que recebi.

No entanto, creio que chegou o momento de abrir uma nova etapa na minha vida e por isso pedi ao clube que aceitasse transferir-me. Lamento e, muito especialmente, peço que me compreendam.

Foram 9 anos absolutamente maravilhosos, únicos. Foi para mim emocionante mas também duro, porque o Real Madrid é de alta exigência, mas sei muito bem que não poderei esquecer que aqui vivi o futebol de maneira única.

Tive em campo e no balneário companheiros fabulosos, senti o calor de uma «afición» incrível e juntos conquistámos três Champions seguidas e 4 champions em cinco anos. A nível individual, tive a satisfação de ganhar quatro bolas de ouro e 3 botas de ouro. Tudo durante a minha etapa neste imenso e extraordinário clube.

O Real Madrid conquistou o meu coração e o da minha família, e por isso mais do que nunca, quero agradecer: ao clube, ao presidente, à direcção, aos meus companheiros, a todos os técnicos, médicos, fisioterapeutas e trabalhadores incríveis que fazem com que tudo funcione e tomam conta de todos os detalhes.

Um obrigado infinito aos nossos adeptos e ao futebol espanhol. Durante estes 9 anos apaixonantes enfrentei grandes jogadores. O meu respeito e reconhecimento a todos eles.

Reflecti muito e sei que chegou o momento para um novo ciclo. Vou embora, mas esta camisola, este emblema e o Santiago Bernabéu serão sempre parte de mim onde quer que esteja.

Obrigado a todos e, claro, como disse na primeira vez no nosso estádio há 9 anos: Hala Madrid!»

 

Deixe o seu comentário