Uma em cada 15 angolanas morre durante a gravidez ou no parto

A informação foi avançada à Angop pela técnica do Departamento de Estatísticas Demográficas e Sociais do Instituto Nacional de Estatísticas (INE), Eliana Quintas.

Para além de adiantar que uma em cada 15 angolanas morre durante a gravidez ou no parto, a especialista, que falou a propósito do Dia Internacional da População, que hoje se assinala sob o lema “Acesso Universal aos serviços de saúde reprodutiva”, indicou que, em média, no país, cada mulher tem seis filhos, o primeiro dos quais antes dos 15 anos .

A responsável acrescentou ainda que 52% das mulheres casadas procuram planeamento familiar, sendo que 18% das angolanas casadas ou em união de facto têm entre 15 e 19 anos.

Fonte: Novo Jornal

Deixe o seu comentário